LOGO Mandala.jpeg
 

Sri Devi (Gabriele Oliveira): idealizadora e facilitadora da Cura do Feminino®

JC_20180428_0845-2.jpg

Meu propósito de vida é contribuir e servir através do despertar do amor e consciência. 

Filha de uma mãe amorosa, funcionária pública, terapeuta e professora de yoga, neta de uma avó cristã, sábia, risonha que não saia da cama sem rezar vários terços para toda família, bisneta de uma bisavó índia e tataraneta de uma tataravó parteira. Inspirada pela minha mãe, quando criança eu já meditava e fui levada por ela para o universo da medicina integral e espiritualidade. Em 1998, iniciei uma jornada de autoconhecimento, autocura e desenvolvimento pessoal com cursos e retiros na área de medicina integrativa, terapia, cura, yoga, meditação, xamanismo, qualidade de vida, desenvolvimento pessoal e espiritualidade.

Em 2000, recebi o diagnóstico de Síndrome de Ovário Policístico e inconformada com a recomendação de tomar anticoncepcional por toda a vida, fui buscar respostas em medicinas e tradições não convencionais. Assim, iniciei o contato com os saberes do sagrado feminino e  minhas práticas femininas de cura, despertar e conexão feminina. Após 4 anos estava totalmente curada, sem precisar tomar medicamentos para controle e sem retorno de nenhum sintoma mesmo após 13 anos, e ainda de quebra, sumiram todos sintomas da minha TPM.

Todas as experiências que vivi ao redor do mundo somadas a oportunidade de estar próxima de grandes mestres me permitiram criar um trabalho que manifesta meu propósito de vida. Há 15 anos facilito círculos de mulheres e me aprofundo na Cura, Meditação, Despertar do Feminino e Saúde Integral. Já passei por 17 países e estive 19 vezes no oriente, e ano a ano, os círculos foram se tornando uma das principais paixões da minha e um meio para a realização da minha missão. Nessa jornada, atualmente, 5000 mulheres de 21 países já passaram por algum de meus encontros e sou muito feliz por isso, não pelo que atingi, mas porque contribuo para que mais mulheres sejam mais felizes consigo mesmas, vivam suas vidas mais em paz e colaborem na construção de um mundo melhor. E, nesse processo eu me curo e me torno mais consciente de quem sou e do que é real e verdadeiro.

Academicamente, me graduei como arquiteta na Universidade Federal de Brasília, e realizava meu trabalho com os grupos e cursos como hobby. Porém, os grupos se expandiram e cada vez ficou mais claro que esse era meu caminho. Então em 2008, decidi dedicar-me exclusivamente a esse trabalho. Durante esse tempo quis aprender com diferentes visões e tradições sobre medicina, espiritualidade e consciência. Estive na Sibéria por 13 vezes, nas florestas com os xamãs entendendo e vivenciando sua visão, estudei Medicina Ayurveda no Brasil e na Índia, onde vou anualmente aprofundar-me no Yoga, Meditação e Ayurveda, me graduei como professora de Kundalini Yoga pelo Kundalini Research Institute, sou graduanda em Naturologia, mestre de Reiki, deeksha giver, facilitadora da formação em Leitura de Aura, passei por vários países, fiz centenas de cursos e workshops. Essas formações contribuíram sim para o meu relembrar, mas o que mais importa é a experiência interna que acessei nas minhas vivências, a sabedoria que relembrei e o que esse conhecimento externo que aprendi me permitiu despertar de conhecimento interno. 

Com certeza, a minha maior escola tem sido a vivência com a minha Guru, o meu relacionamento com meu parceiro, minha família e os círculos onde tanto me curo, me conheço, evoluo como ser humano e me torno mais presente na minha essência divina. Anualmente passo uma temporada de 2 a 3 meses na Índia para estar com minha Guru Amma (amritapuri.org) e aprofundar minhas experiências pessoais de despertar no amor e consciência. Ela é um exemplo de humildade e grandiosidade, e me inspira na minha jornada de autocura, autoconhecimento e realização.  Acredito que nesse caminho a cura vêm de conhecer a si mesmo, criar uma vida que tenha sentido e colaborar positivamente na vida de outras pessoas.